/CRÍTICA | Marvel acerta na comédia em ‘Homem-Formiga e a Vespa’

CRÍTICA | Marvel acerta na comédia em ‘Homem-Formiga e a Vespa’

Compartilhe

Quantas estrelas merece esse texto?

2018 foi um ano excelente para a Marvel Studios. “Pantera Negra” foi um sucesso de crítica e de bilheteria. “Vingadores: Guerra Infinita” foi o primeiro filme de herói a passar os 2 bilhões de dólares, além de deixar todo mundo na expectativa para a continuação. Agora temos “Homem-Formiga e a Vespa”, para encerar o ano da Marvel .E dos três filmes lançados esse ano, de longe, é o mais leve e o mais engraçado.

Dirigido por Peyton Reed, agora com o controle total da direção, diferente do primeiro filme do formiga, pois Edgar Wright começou a produção. Com Reed na direção, a comédia é mais ressaltada. As piadas são um dos pontes fortes do longa.

Os personagens do Scott Lang (Paul Rudd) e o do Luiz (Michael Penã) roubam a cena quando o assunto é piada. E o personagem de Penã ganhou mais espaço. Quem gostou das suas aparições no primeiro filme, também irá gostar dele aqui.

Outro ponto que brilha aos olhos se chama Evangeline Lilly. A Vespa rouba a cena, seja nas partess mais sérias, seja na ação ou reagindo as piadas de Rudd. Ela não fica escondida nas sombras do Homem-Formiga. Funcionou muito bem como protagonista .

Michelle Pfeiffer, interpretando Janet, esposa de Hank Pym (Michael Douglas), têm aparições pontuais, mas o seu resgate do universo quântico é o que faz mover o filme. Além de deixar um gostinho de quero mais e entender o que é a personagem.

Como comédia é muito relativo, cada pessoa tem seu gosto para humor, você pode esquecer um pouco isso e focar na ação, que está bem feita. A noção de escala e as partes que a vilã fica intangível são interessantes, prendendo a atenção do público.

A vilã talvez seja um dos pontos negativos do filme. A parte visual e os efeitos em torno dela estão bem feitos, porém como a personagem se comporta, é meio que a torna esquecível. Porém, depois de vilões como Arbutre, Hela, Killmonger e Thanos, fica difícil conseguir um vilão a altura desses.

Em relação aos Vingadores, a Marvel colocou algumas “respostas” somente na cena pós-crédito. Essa cena confirma algumas teorias, mas deixa em aberto muita coisa ainda para os fãs continuarem teorizando. Chega logo 2019!

Enfim, “Homem-Formiga e a Vespa” traz uma boa comédia com ação e monta mais uma peça para o grande evento que será Vingadores 4. Agora, próximo filme da Marvel, só em Março de 2019, com a Capitã Marvel.

São 20 filmes em 10 anos, com alguns deslizes, mas com um universo bem construído. Marvel continua de parabéns, pelo seu planejamento e execução.


Compartilhe

Professor por profissão, mas estudante da vida. Apaixonado por cinema.