Pular para o conteúdo

Som da Liberdade, Onde Assistir? Tem na Netflix?

Descubra o fenômeno de bilheteria 'Som da Liberdade'. Um filme impactante que já conquistou mais de 1,5 milhão de espectadores desde sua estreia nacional.
5/5 - (1 vote)

Som da Liberdade onde assistir | o filme mais debatido e discutido do ano, tem gerado controvérsias e sucesso nas bilheterias. Neste artigo, vamos explorar a trama, as polêmicas e as conquistas de bilheteria desse thriller, ao mesmo tempo em que abordamos sua disponibilidade no Brasil. Mais importante ainda, vamos revelar onde e como você pode assistir ao filme no Brasil.

A Trama de Som da Liberdade

Dirigido por Alejandro Monteverde e estrelado por Jim Caviezel, Som da Liberdade apresenta uma história eletrizante de um agente federal em uma missão perigosa. Depois de resgatar um garoto das mãos de implacáveis traficantes de crianças, o agente descobre que a irmã do garoto ainda está em cativeiro.

Determinado a arriscar tudo, ele parte para uma missão arriscada na selva colombiana para salvá-la, colocando sua própria vida em perigo para libertá-la de um destino pior que a morte. O elenco também inclui nomes como Mira Sorvino, Bill Camp, Eduardo Verástegui, Javier Godino, José Zúñiga e Kurt Fuller.

Controvérsias em Torno do Filme

O filme é baseado na história real de Tim Ballard, ex-funcionário do governo dos EUA e fundador da Operation Underground Railroad (O.U.R.), uma organização sem fins lucrativos que combate o tráfico humano nos Estados Unidos. Embora a organização alegue ter resgatado milhares de vítimas do tráfico humano, essas alegações têm sido contestadas pela mídia, que aponta a falta de transparência e exageros nas histórias contadas por Ballard.

Críticos também argumentam que não existem documentos que comprovem a veracidade dos eventos retratados no filme. Além disso, Ballard é conhecido por promover teorias da conspiração infundadas, como a existência de uma elite global que sequestra crianças para beber seu sangue com o objetivo de rejuvenescer.

Leia Agora  Divertida Mente 2 tem uma cena pós-créditos?

Por outro lado, os defensores de Ballard afirmam que as críticas ao filme são coordenadas por essa suposta elite, com o propósito de esconder verdades que preferem manter ocultas. Acusações de censura e críticas infundadas ao filme são comuns entre os apoiadores. Som da Liberdade é Sucesso de Bilheteria.

Apesar da controvérsia, o sucesso comercial de Som da Liberdade é inegável. Com uma arrecadação impressionante de US$ 100 milhões nas bilheterias dos Estados Unidos em apenas 16 dias de exibição, o filme se tornou um fenômeno. Essa produção independente teve uma estreia sólida, arrecadando US$ 14,2 milhões durante o competitivo fim de semana prolongado do Dia da Independência.

Desde então, o filme tem mantido um desempenho forte, como evidenciado por um aumento de 38% na receita no fim de semana mais recente, atingindo US$ 27,2 milhões. Esse feito é ainda mais notável diante da atual tendência de rejeição do público a grandes blockbusters e franquias.

Som da Liberdade Conquista a Bilheteria Nacional com Mais de 1,5 Milhão de Espectadores

O filme Som da Liberdade, que já havia chamado a atenção ao desbancar produções de grandes estúdios de Hollywood, continua a impressionar ao atingir a marca de mais de 1,5 milhão de espectadores nos cinemas brasileiros. Distribuído pela empresa Paris Filmes, o filme independente não apenas conquistou o público, mas também lidera a bilheteria nacional de forma isolada.

Desde o seu lançamento no Brasil, Som da Liberdade tem se destacado como um fenômeno de bilheteria, atraindo um público expressivo e gerando discussões importantes. No último final de semana (dias 07/10 e 08/10), o filme conquistou ainda mais espectadores, arrecadando impressionantes R$ 8,15 milhões, conforme noticiado pelo site Omelete.

Leia Agora  Sound of Freedom: A Incrível História Real Por Trás do Filme Mais Controverso de 2023

O filme, dirigido por uma diretora desconhecida e estrelado por Jim Caviezel, conhecido por seu papel como Jesus em “A Paixão de Cristo”, apresenta uma história real de combate à pedofilia e ao tráfico internacional de crianças. O envolvimento de Mel Gibson como produtor do filme acrescentou ainda mais destaque à produção, e suas palavras enfatizam a importância da conscientização sobre esse problema sério.

Mel Gibson afirmou: “O primeiro passo para resolver esse problema é a conscientização. Assista o filme”. Suas palavras refletem o objetivo central do filme, que é informar e alertar o público sobre as questões cruciais relacionadas ao tráfico humano e à exploração de crianças.

Som da Liberdade não é apenas um sucesso de bilheteria; é também um veículo de conscientização que está mobilizando o público para discutir e entender o tráfico de pessoas. O impacto do filme é evidente não apenas em seus números de bilheteria, mas também na forma como está despertando a compaixão e o interesse das pessoas em relação a esse tema importante.

À medida que mais espectadores assistem e discutem Som da Liberdade, a conscientização sobre o tráfico humano e a exploração de crianças só tende a crescer, contribuindo para um diálogo mais amplo sobre como combater esse problema global. Portanto, fica claro que a influência do filme vai além da tela grande, deixando uma impressão duradoura na sociedade.

Som da Liberdade: A Incrível História Real Por Trás do Filme Mais Controverso do ano

Som da Liberdade é um thriller eletrizante que conta a história de Tim Ballard, um agente federal que se envolve em uma missão perigosa após resgatar um menino de traficantes de crianças impiedosos. Quando ele descobre que a irmã do menino ainda está em cativeiro, ele arrisca sua vida em uma missão na selva colombiana para salvá-la de um destino terrível.

Leia Agora  Gemini: O Planeta Sombrio, confira o trailer

O filme baseia-se em fatos reais e é dirigido por Alejandro Monteverde. Além de Jim Caviezel, o elenco inclui Mira Sorvino, Bill Camp, Eduardo Verástegui, Javier Godino, José Zúñiga e Kurt Fuller.

As controvérsias em torno de Som da Liberdade surgem das alegações feitas por Tim Ballard e pela organização que ele fundou, a Operation Underground Railroad (O.U.R.), que combate o tráfico humano. Embora a O.U.R. afirme ter resgatado milhares de vítimas de tráfico humano, essas alegações têm sido questionadas por críticos que apontam para a falta de transparência e exageros em suas histórias.

Além disso, Tim Ballard também promove teorias da conspiração infundadas, como a ideia de que uma elite global sequestra crianças para beber seu sangue com o objetivo de rejuvenescer. Isso levou a alegações de que o filme é uma forma de propaganda para essas teorias infundadas.

No entanto, os apoiadores de Tim Ballard e da O.U.R. argumentam que as críticas ao filme são orquestradas pela elite global para encobrir a verdade sobre o tráfico humano. Eles acusam os críticos de tentar censurar o filme e negar a realidade do tráfico de pessoas.

Independentemente das controvérsias, Som da Liberdade provou ser um sucesso de bilheteria nos Estados Unidos, arrecadando mais de 100 milhões de dólares em apenas 16 dias. O filme ainda não tem uma data de lançamento confirmada no Brasil, mas é esperado que chegue em breve. Os direitos de distribuição do filme são detidos pela Angel Studios, um serviço de streaming gospel americano, o que levou a especulações de que o filme poderia ser disponibilizado na Netflix Brasil, uma vez que a Angel Studios não opera no país. No entanto, outras plataformas de streaming também são possibilidades, incluindo HBO Max, Telecine, Amazon Prime Video, Star+ e outras.