Pular para o conteúdo

Os Mortos Não Machucam: Viggo Mortensen & Jane Campion

Os Mortos Não Machucam: Viggo Mortensen & Jane Campion
Avalie este artigo

Viggo Mortensen & Jane Campion: “The Dead Don’t Hurt”

A renomada cineasta Jane Campion, conhecida por filmes como “O Piano” e “O Poderoso Cão”, teve uma conversa abrangente com o talentoso ator Viggo Mortensen, que além de atuar, também dirige, escreve e compõe a trilha sonora do novo filme de faroeste, “The Dead Don’t Hurt”.

Nesta entrevista, Campion e Mortensen exploram os bastidores e a criação do filme, que promete emocionar e cativar os espectadores com sua história envolvente. “The Dead Don’t Hurt” é um faroeste contemporâneo que mistura elementos clássicos do gênero com uma abordagem moderna e reflexiva.

Como cineasta experiente, Campion mostra interesse em saber como foi para Mortensen assumir múltiplos papéis na produção do filme. Viggo explica que essa experiência multifacetada lhe permitiu ter uma visão completa do projeto, desde a concepção do roteiro até a edição final. Ele destaca a importância de cada uma dessas funções e como elas contribuem para a narrativa e a linguagem visual do filme.

Em relação ao enredo, Mortensen revela que “The Dead Don’t Hurt” apresenta um protagonista misterioso e atormentado, que embarca em uma jornada pessoal de redenção e vingança. Ele destaca que o filme aborda temas universais como perda, dor, solidão e a busca por significado em um mundo implacável.

Campion compartilha sua admiração pela abordagem sensível e poética de Mortensen como diretor e escritor. Ela elogia sua capacidade de criar personagens profundamente humanos e de explorar questões existenciais de uma forma que ressoa com o público.

Durante a conversa, a dupla também discute a importância da música na construção da atmosfera do filme. Viggo Mortensen, além de atuar e dirigir, também compôs a trilha sonora original de “The Dead Don’t Hurt”. Ele conta como a música foi usada para acentuar as emoções dos personagens e criar uma conexão mais íntima com o público.

Leia Agora  Temporada 3 de The Bear: A Cozinha Está em Caos

Ao mergulhar na paisagem desértica do faroeste, Campion e Mortensen compartilham suas experiências trabalhando juntos e como a colaboração entre eles enriqueceu o processo criativo. Ambos destacam a importância de uma equipe coesa e comprometida em trazer à vida a visão do diretor.

“The Dead Don’t Hurt” é um projeto que marcou a estreia de Viggo Mortensen como diretor, e Campion parabeniza-o por essa conquista. Eles discutem os desafios e recompensas de assumir essa nova posição e como Mortensen conseguiu transmitir sua visão única para a tela.

No final da conversa, Campion e Mortensen expressam sua gratidão por terem trabalhado juntos e pelas oportunidades que o cinema oferece para contar histórias significativas e emocionantes. Eles encerram a entrevista com palavras de encorajamento para aspirantes a cineastas, incentivando-os a seguir seus instintos criativos e a nunca desistir de suas paixões.

“The Dead Don’t Hurt” promete ser um filme cativante e reflexivo que envolve o público em uma jornada emocional. Com a colaboração de talentos como Jane Campion e Viggo Mortensen, é esperado que esse filme de faroeste contemporâneo deixe uma marca duradoura no cenário cinematográfico.