Pular para o conteúdo

O Filme de Terror que Assustou Stephen King Tanto que Ele Parou de Assistir

O Filme de Terror que Assustou Stephen King Tanto que Ele Parou de Assistir
Avalie este artigo

O projeto Bruxa de Blair é um filme de horror que assustou até Stephen King. Lançado em 1999, o filme foi dirigido por Daniel Myrick e Eduardo Sánchez e se tornou um dos filmes mais rentáveis da história do cinema, arrecadando mais de US$ 248 milhões em todo o mundo com um orçamento de apenas US$ 60.000.

O filme foi feito no estilo found footage, o que dá a impressão de ser um documentário. Conta a história de três estudantes universitários que se aventuram nas florestas da Maryland para fazer um documentário sobre a lenda da Bruxa de Blair. Eles desaparecem e todo o filme é apresentado como sendo o material encontrado da câmera que eles carregavam.

O projeto Bruxa de Blair foi lançado no Sundance Film Festival em janeiro de 1999 e rapidamente ganhou notoriedade e interesse dos distribuidores. A Artisan Entertainment adquiriu os direitos de distribuição do filme e lançou-o nos cinemas em julho do mesmo ano.

O filme utilizou uma estratégia de marketing inovadora, criando um site que sugeriu que os eventos retratados no filme eram reais. Essa viralização acabou gerando muito interesse do público antes mesmo do lançamento. A combinação da campanha de marketing e o estilo único do filme causou uma sensação e uma expectativa enorme nos espectadores.

O Projeto Bruxa de Blair foi elogiado por sua tensão e atmosfera assustadora, além da originalidade do seu estilo de filmagem. O filme foi um grande sucesso de bilheteria e recebeu críticas positivas. No entanto, também dividiu a opinião dos críticos, com alguns considerando-o genial e outros achando-o desagradável e sem sentido.

Leia Agora  Jogadores de Stardew Valley Descobrem Cena Secreta Adicionada na Atualização 1.6

O filme também inspirou uma sequência, intitulada “O Livro das Sombras: Bruxa de Blair 2” lançada em 2000, mas que não fez tanto sucesso quanto o original. Em 2016, foi lançado um reboot do filme, que conseguiu capturar a mesma atmosfera tensa e assustadora, mas também recebeu opiniões mistas.

O Projeto Bruxa de Blair, apesar de seu orçamento baixíssimo, conseguiu deixar sua marca no mundo do cinema e influenciou outros filmes de terror depois dele. É um exemplo de como uma ideia simples e criativa pode ter um grande impacto e capturar a atenção do público.