Pular para o conteúdo

Filmes de animes dos anos 90 pouco reconhecidos: os melhores.

Filmes de animes dos anos 90 pouco reconhecidos: os melhores.
Avalie este artigo

Os anos 90 foram uma época incrível para o anime e proporcionaram ao público um catálogo maravilhoso de filmes que fizeram história e estabeleceram um novo padrão para filmes de animação em geral. No entanto, essa década estava tão repleta de conteúdo que muitas joias passaram despercebidas e não receberam o reconhecimento que mereciam.

A lista a seguir apresenta os 10 filmes de anime mais subestimados da década de 90, classificados de acordo com seu mérito:

1. “Perfect Blue” (1997) – Dirigido por Satoshi Kon, este filme mergulha na psicologia perturbadora de uma cantora pop que começa a perder sua identidade. Com uma trama complexa e uma abordagem inovadora, “Perfect Blue” é um suspense psicológico único.

2. “Whisper of the Heart” (1995) – Um conto encantador sobre a jornada de autodescoberta de uma jovem aspirante a escritora. Dirigido por Yoshifumi Kondō, o filme é uma mistura perfeita de romance, amadurecimento e música.

3. “Only Yesterday” (1991) – Dirigido por Isao Takahata, do Studio Ghibli, este filme segue a vida de uma mulher adulta que reflete sobre sua infância enquanto visita a zona rural. Com uma narrativa emocionalmente cativante, “Only Yesterday” aborda temas universais como amor, amadurecimento e nostalgia.

4. “Memories” (1995) – Uma coletânea de três curtas-metragens de Katsuhiro Otomo, o criador de “Akira”. Cada segmento oferece uma experiência visual e narrativa única, desde uma cidade futurista que sofre com uma doença mortal até uma paródia do gênero de ação.

5. “Royal Space Force: The Wings of Honneamise” (1987) – Embora tecnicamente tenha sido lançado em 1987, este filme dirigido por Hiroyuki Yamaga e produzido pelo Studio Gainax só ganhou reconhecimento internacional nos anos 90. Uma mistura de drama, ficção científica e comédia, “Royal Space Force” segue a jornada de um homem em busca de se tornar o primeiro astronauta de seu país.

Leia Agora  Estrela de Casamento Grego processa Universal anos após o lançamento do filme

6. “Jin-Roh: The Wolf Brigade” (1999) – Uma história sombria e distópica dirigida por Hiroyuki Okiura. “Jin-Roh” se passa em uma realidade alternativa em que terroristas e um grupo paramilitar se enfrentam nas ruas de Tóquio. O filme explora temas como identidade pessoal, política e lealdade.

7. “Porco Rosso” (1992) – Mais uma obra-prima do Studio Ghibli, dirigida por Hayao Miyazaki. “Porco Rosso” conta a história de um piloto de avião amaldiçoado que se transforma em um porco antropomórfico. Com sua mistura de aventura, romance e humor, é um filme subestimado no catálogo do Studio Ghibli.

8. “Ninja Scroll” (1993) – Dirigido por Yoshiaki Kawajiri, este filme de ação retrata um ninja solitário em uma busca para derrotar um grupo de demônios. Com cenas de luta brutais e uma estética visual estilizada, “Ninja Scroll” é uma obra essencial para os fãs de animes de ação.

9. “Patlabor 2: The Movie” (1993) – Sequência do popular anime “Mobile Police Patlabor”, este filme oferece uma história política inteligente e emocionalmente envolvente. Dirigido por Mamoru Oshii, “Patlabor 2: The Movie” mistura elementos de ficção científica e thriller para criar um filme único e subestimado.

10. “Princess Arete” (2001) – Embora tenha sido lançado em 2001, este filme dirigido por Sunao Katabuchi merece uma menção honrosa por seu roteiro cativante. “Princess Arete” segue a história de uma princesa que é sequestrada e confrontada com escolhas difíceis. Com um estilo de animação deslumbrante e uma narrativa encantadora, o filme é uma joia esquecida dos anos 90.

Esses filmes, embora tenham sido subestimados em sua época, têm méritos artísticos e narrativos que os tornam obras-primas do anime. Se você é fã do gênero ou está procurando explorar mais filmes de anime, certamente vale a pena conferir essas maravilhas esquecidas dos anos 90.

Leia Agora  Axel Foley está de volta nas ruas em "Beverly Hills Cop 4" - Assista ao novo trailer na Netflix!