Pular para o conteúdo

Diretor de Road House critica estratégia de lançamento da Amazon e boicota exibição no SXSW.

Diretor de Road House critica estratégia de lançamento da Amazon e boicota exibição no SXSW.
Avalie este artigo

Doug Liman, diretor de “Road House”, planeja protestar contra a decisão da Amazon de não lançar o filme nos cinemas, boicotando sua exibição no SXSW.

O diretor Doug Liman não poupou críticas à decisão da Amazon de enviar o filme protagonizado por Jake Gyllenhaal diretamente para o Prime Video, em vez de lançá-lo nos cinemas como originalmente planejado. Com a notícia de que o remake do sucesso dos anos 80 estará abrindo o SXSW Film Festival, Liman revelou em um artigo para a Deadline que não irá comparecer à estreia em protesto contra o tratamento dado pela Amazon ao filme.

“Road House”, lançado originalmente em 1989 e estrelado por Patrick Swayze, ganhará uma nova versão com Jake Gyllenhaal assumindo o papel principal. O filme estava programado para ter um lançamento nos cinemas, mas a Amazon decidiu enviá-lo diretamente para o Prime Video.

Liman expressou sua frustração com essa decisão em seu artigo, alegando que a escolha da Amazon de não lançar o filme nos cinemas desvaloriza o trabalho da equipe envolvida no projeto. Ele argumenta que a experiência cinematográfica é única e que filmes como “Road House” merecem ser vistos em uma tela grande.

Como forma de protesto, Liman decidiu boicotar a exibição do filme no SXSW Film Festival, deixando claro que não irá comparecer à premiere. Ele também incentivou outros diretores e profissionais da indústria a se posicionarem contra a estratégia de lançamento da Amazon.

Essa polêmica em torno do lançamento de “Road House” destaca um debate cada vez mais presente em Hollywood: a disputa entre os cinemas tradicionais e os serviços de streaming. Enquanto plataformas como a Amazon Prime Video oferecem uma ampla variedade de filmes e séries diretamente para o público em suas casas, os cinemas lutam para manter as pessoas interessadas em assistir a filmes na telona.

Leia Agora  Salto Festa revela a nova forma de Gohan e o futuro de Dragon Ball Super

No entanto, muitos diretores e críticos defendem que o cinema é uma experiência única e especial, que não pode ser replicada em casa. Ainda há um apelo pelo lançamento teatral de filmes, especialmente aqueles com grandes orçamentos e efeitos visuais impressionantes.

A decisão da Amazon de enviar “Road House” diretamente para o Prime Video parece ser uma resposta à mudança no comportamento do público, que prefere cada vez mais assistir a filmes e séries em casa. No entanto, essa escolha não agradou a todos, especialmente aqueles diretamente envolvidos na produção do filme.

O boicote de Doug Liman ao SXSW Film Festival é um exemplo de como os diretores estão se posicionando contra essa mudança no cenário cinematográfico. Resta saber se essa disputa entre os cinemas e os serviços de streaming será resolvida de alguma forma ou se as duas formas de consumir conteúdo audiovisual continuarão coexistindo. O futuro do cinema ainda é incerto, mas é importante lembrar que ambos os formatos têm seu valor e sua importância na indústria do entretenimento.