Pular para o conteúdo

Antes dos efeitos especiais: A verdadeira essência de “Edge of Tomorrow”

Antes dos efeitos especiais: A verdadeira essência de "Edge of Tomorrow"
Avalie este artigo

O filme de ficção científica “Edge of Tomorrow” utilizou uma variedade de efeitos visuais para dar vida à história, e você pode se surpreender ao descobrir onde esses efeitos foram aplicados. O longa é um verdadeiro blockbuster do gênero, repleto de ação e elementos futuristas, mas mesmo assim, há momentos em que a magia dos efeitos especiais não é necessária.

Na trama, acompanhamos o personagem vivido por Tom Cruise, chamado William Cage, que é forçado a reviver repetidamente o mesmo dia em uma guerra contra uma invasão alienígena. Com isso em mente, talvez você imaginasse que os efeitos visuais seriam muito presentes durante todo o filme, mas a realidade é um pouco diferente.

O site SlashFilm fez um interessante levantamento mostrando algumas imagens do filme antes e depois dos efeitos especiais serem aplicados. E é fascinante notar como algumas cenas que pareciam ser completamente computadorizadas na verdade são quase totalmente práticas.

Por exemplo, em uma das imagens divulgadas, vemos Tom Cruise e a atriz Emily Blunt em uma cena de batalha, com uma enorme quantidade de entulho voando ao redor deles. No entanto, antes dos efeitos especiais serem adicionados, a cena foi filmada com uma simples tela verde ao fundo e o entulho foi jogado manualmente pelos figurantes. Incrível, não é?

Outra imagem mostra um exército de soldados em trajes de batalha, capturada em um set de filmagem real. Mas, na versão final, os efeitos especiais foram adicionados para adicionar ainda mais soldados e criar um ambiente mais caótico.

Leia Agora  F1 2018 | Codemasters divulga primeiro trailer do game

Esses exemplos demonstram como os diretores e produtores do filme buscaram encontrar um equilíbrio entre os efeitos visuais e as cenas reais, mantendo, assim, uma sensação mais autêntica e imersiva para o público.

Além disso, é válido ressaltar que, mesmo nas cenas mais repletas de efeitos, a atuação dos atores é fundamental para a qualidade final do filme. Tom Cruise e Emily Blunt tiveram que trabalhar em cenários vazios, imaginando o que estaria à sua volta, e ainda assim conseguiram entregar performances convincentes.

Os efeitos visuais são uma ferramenta incrível para a indústria cinematográfica, permitindo que os cineastas criem mundos imaginários e cenas espetaculares. No entanto, é bom saber que nem tudo que vemos na tela é completamente digital. Às vezes, a magia está em pequenos detalhes práticos que são adicionados à cena.

Portanto, da próxima vez que você assistir a um filme repleto de efeitos visuais, fique atento aos detalhes e aprecie o trabalho que foi feito para trazer aquela história à vida. Você pode se surpreender ao descobrir que nem tudo é tão digital quanto parece.