Pular para o conteúdo

9 Dinossauros que Jurassic Park Errou, Classificados por Quão Fictícios São.

9 Dinossauros que Jurassic Park Errou, Classificados por Quão Fictícios São.
Avalie este artigo

“Nove Dinossauros que Jurassic Park Errou, Classificados de acordo com sua Ficção”

Jurassic Park é muito mais do que um filme de grande aventura; é uma obra-prima cinematográfica. O diretor Steven Spielberg trouxe os dinossauros de volta à vida por meio de uma combinação de animatrônicos e efeitos digitais. Essa combinação criou visuais que parecem mais reais do que os efeitos de CGI nos filmes modernos. Em todo o mundo, o público compareceu para visitar o Jurassic Park e ver os dinossauros pela primeira vez.

Nos filmes de Jurassic Park, vemos uma variedade de dinossauros impressionantes que nos fascinam e nos fazem perguntar como seria viver em uma época pré-histórica. No entanto, existem algumas inconsistências e erros nos retratos dos dinossauros apresentados nos filmes que precisam ser destacados. Aqui estão nove dinossauros que Jurassic Park errou, classificados de acordo com o quão fictícios eles são:

9. Spinosaurus – O Spinosaurus é apresentado como um dinossauro que pode desafiar o Tiranossauro Rex em Jurassic Park III. No entanto, o tamanho exagerado e a capacidade de matar um T-Rex são altamente fictícios. Embora seja verdade que o Spinosaurus era um dinossauro grande e feroz, não há evidências suficientes para apoiar sua habilidade de derrotar um T-Rex.

8. Dilophosaurus – O Dilophosaurus é retratado como um pequeno dinossauro venenoso em Jurassic Park. No entanto, não há evidências de que o Dilophosaurus tinha o comportamento apresentado no filme, como cuspir veneno ou possuir uma crista na cabeça.

7. Pteranodon – Nos filmes de Jurassic Park, os Pteranodons são mostrados como criaturas que podem se mover em terra e também nadar debaixo d’água. Isso é altamente fictício, pois os Pteranodons eram animais voadores e não possuíam habilidades para se mover eficientemente em terra ou nadar.

Leia Agora  A Surpreendente Indicação de Justine Triet como Melhor Diretora no Oscar 2024: Desvendando os Segredos de Sua Queda

6. Velociraptor – Os Velociraptores em Jurassic Park são mostrados como dinossauros muito maiores do que realmente eram. Além disso, sua aparência é mais semelhante à do Deinonychus, outro tipo de dinossauro da família dos dromeossaurídeos.

5. Tyrannosaurus Rex – Embora o Tiranossauro Rex seja representado de forma bastante realista em Jurassic Park, alguns aspectos ainda são fictícios. Por exemplo, o T-Rex é mostrado com uma visão baseada em movimento, o que é improvável de ser verdade.

4. Brachiosaurus – O Brachiosaurus em Jurassic Park é mostrado como um dinossauro que pode suportar seu próprio peso nas patas traseiras e alcançar os ramos mais altos das árvores. No entanto, a anatomia do Brachiosaurus sugere que eles agiriam mais como girafas, estendendo o pescoço para alcançar a vegetação em vez de se erguerem nas patas traseiras.

3. Stegosaurus – O Stegosaurus em Jurassic Park é retratado com espinhos afiados em sua cauda e nas costas. No entanto, na realidade, esses espinhos são mais provavelmente placas ósseas usadas para a regulação da temperatura corpórea e não seriam capazes de penetrar na pele de outros predadores.

2. Triceratops – O Triceratops em Jurassic Park é mostrado como um dinossauro que pode se mover rapidamente. Na realidade, o Triceratops era um herbívoro lento e pesado, incapaz de alcançar altas velocidades.

1. Mosasaurus – O Mosasaurus é retratado em Jurassic World como um dinossauro que pode saltar fora da água e atacar aeronaves em pleno voo. Essa representação é altamente fictícia, pois o Mosasaurus era um réptil marinho adaptado para viver debaixo d’água e não possuía a capacidade de realizar esses feitos.

Leia Agora  Atari adquire a marca Intellivision

Embora Jurassic Park tenha visualmente trazido os dinossauros de volta à vida de forma impressionante, é importante lembrar que nem todos os aspectos retratados nos filmes são exatamente como os dinossauros eram na realidade. No entanto, isso não diminui o fascínio e o impacto duradouro que esses filmes tiveram na imaginação do público sobre esses animais antigos.