Pular para o conteúdo

“UTA acusa Michael Kassan de difamação em disputa e tenta resolver por arbitragem”

"UTA acusa Michael Kassan de difamação em disputa e tenta resolver por arbitragem"
Avalie este artigo

A guerra de palavras e processos judiciais entre a UTA (United Talent Agency) e o ex-CEO da Medialink, Michael Kassan, atingiu um novo patamar. O tribunal de primeira instância de Los Angeles está sobrecarregado com a quantidade de documentos enviados em decorrência da saída de Kassan da UTA no início deste mês.

De acordo com informações exclusivas obtidas pelo Deadline, a UTA está acusando Kassan de envolvimento em uma campanha difamatória e de atacar sua reputação publicamente. Michael Kassan, por sua vez, afirma ter recebido tratamento desrespeitoso e quer resolver a disputa por meio de arbitragem.

A briga judicial entre as partes começou depois que Kassan deixou a Medialink, empresa adquirida pela UTA em 2019. Em sua ação contra a UTA, Kassan alegou que foi forçado a renunciar e acusou a agência de inadimplência contratual, retenção indevida de valores e interrupção de pagamentos.

Segundo documentos do tribunal, a UTA decidiu retirar a maior parte de suas reivindicações contra Kassan e agora busca a arbitragem para resolver o impasse. A agência argumenta que a cl

Leia Agora  Lições do Trabalho Incansável: Estrela de 'Missão: Impossível' Compartilha Aprendizados do Legendário Ethos de Trabalho de Tom Cruise