Pular para o conteúdo

Um plano abandonado de Gilligan’s Island teria explicado algumas das incoerências do programa.

Um plano abandonado de Gilligan's Island teria explicado algumas das incoerências do programa.
Avalie este artigo

Uma ideia descartada de Gilligan’s Island teria explicado algumas das incoerências da série. Sente-se e ouça uma história, uma história de uma trama descartada de Gilligan’s Island que teria respondido várias perguntas que o público tinha sobre o programa.

Gilligan’s Island foi uma série de televisão americana que foi ao ar de 1964 a 1967 e se tornou um clássico cult. A trama girava em torno de sete pessoas que ficaram presas em uma ilha deserta após um naufrágio. Os personagens principais incluíam o capitão Jonas Grumby, o Professor Roy Hinkley, Ginger Grant, a atriz de cinema, Mary Ann Summers, a fazendeira, Thurston Howell III e a sua esposa Lovey, além do atrapalhado Gilligan, o primeiro marinheiro.

Embora a série tenha sido um grande sucesso, muitos espectadores ficavam frustrados com as inúmeras situações incoerentes e questões sem respostas que ocorriam na história. Por exemplo, por que os personagens nunca tentaram construir um barco para sair da ilha? Por que eles nunca foram resgatados mesmo após tantos anos? Por que Gilligan, o mais atrapalhado de todos, sempre estragava os planos de fuga?

Segundo o artigo no slashfilm.com, uma trama descartada poderia ter dado respostas para essas perguntas. A ideia era que a ilha fosse na verdade uma criação de Gilligan, uma realidade alternativa criada por sua imaginação. Isso explicaria por que os personagens estavam presos na ilha e nunca foram resgatados, já que tudo fazia parte da fantasia de Gilligan.

A trama descartada também revelaria que os outros personagens eram projeções de aspectos da personalidade de Gilligan. Por exemplo, o Capitão e o Professor representariam a luta entre a autoridade e a inteligência dentro de Gilligan, enquanto Ginger e Mary Ann representariam seus desejos e sonhos amorosos. O Sr. Howell encarnaria a ganância e o luxo, enquanto Lovey seria a voz da razão e do bom senso.

Leia Agora  "Sequência de 'Happy Gilmore' em desenvolvimento com roteiro já escrito, afirma ator Christopher McDonald"

Essa ideia teria adicionado uma camada interessante à série, explicando as incoerências e adicionando um elemento de fantasia à trama. No entanto, os criadores da série decidiram não seguir por esse caminho, optando por manter a ilha como uma ilha real e deixando as questões sem respostas.

Embora essa ideia tenha sido descartada, Gilligan’s Island continuou sendo um sucesso duradouro, conquistando fãs ao longo das décadas. As incoerências da série apenas acrescentaram ao seu charme e contribuíram para sua longevidade.

Portanto, mesmo que nunca tenhamos respostas claras para as perguntas sobre a série, podemos curtir Gilligan’s Island como um programa cheio de diversão e escapismo, onde a imaginação é livre para criar suas próprias interpretações dos acontecimentos na ilha. Gilligan e seus amigos continuarão a nos fazer sorrir e sonhar com suas aventuras hilariantes em sua ilha deserta.