Pular para o conteúdo

Spider-Verse de US$1B prova que Além do Spider-Verse pode finalmente quebrar uma tendência dos filmes da Marvel após 80 anos

Spider-Verse de US$1B prova que Além do Spider-Verse pode finalmente quebrar uma tendência dos filmes da Marvel após 80 anos
Avalie este artigo

Em um mercado dominado por filmes de super-heróis em live-action, o sucesso de “Spider-Man: Into the Spider-Verse” se destaca como um marco para a indústria cinematográfica. Lançado em dezembro de 2018, o filme animado dirigido por Bob Persichetti, Peter Ramsey e Rodney Rothman arrecadou mais de um bilhão de dólares em bilheteria ao redor do mundo.

O filme apresenta a história de Miles Morales, um adolescente do Brooklyn que se torna o novo Homem-Aranha após a morte de Peter Parker. Juntos, eles enfrentam uma ameaça interdimensional que traz várias versões diferentes do Homem-Aranha para o mesmo universo. O enredo inovador e a animação única do filme conquistaram tanto o público quanto a crítica, tornando-se uma das melhores adaptações de quadrinhos para o cinema.

“Spider-Man: Into the Spider-Verse” recebeu vários prêmios importantes, incluindo o Oscar de Melhor Filme de Animação, um feito notável, considerando que geralmente filmes de animação em 3D da Disney ou Pixar dominam essa categoria. Além disso, a trilha sonora do filme também foi elogiada, com destaque para a música “Sunflower” de Post Malone e Swae Lee.

O sucesso de “Spider-Man: Into the Spider-Verse” abriu caminho para mais filmes de super-heróis em animação. “The Lego Batman Movie” e “Teen Titans Go! To the Movies” são exemplos de filmes que seguiram essa tendência bem-sucedida. A animação permite que os cineastas explorem histórias e personagens de maneiras que não seriam possíveis em um filme live-action, atraindo públicos de diferentes idades.

Além disso, a animação também oferece a oportunidade de apresentar personagens menos conhecidos do grande público. Em “Spider-Man: Into the Spider-Verse”, vemos versões alternativas do Homem-Aranha, como Gwen Stacy como Mulher-Aranha e Peter Porker, o Porco-Aranha. Esses personagens, embora não tão conhecidos quanto o Homem-Aranha tradicional, conquistaram o coração dos fãs e agora têm seu próprio grupo de seguidores.

Leia Agora  A Cosplay de Avatar: A Lenda de Aang Incendeia com Ozai

Com o sucesso dos filmes de super-heróis em animação, é provável que vejamos mais produções desse tipo no futuro. As possibilidades são infinitas quando se trata de contar histórias de super-heróis através da animação, e o público está claramente ansioso por mais filmes que ofereçam algo diferente dos filmes live-action tradicionais. Portanto, podemos esperar que o gênero de super-heróis em animação continue a prosperar nos próximos anos.