Pular para o conteúdo

Série de Ficção Científica Subestimada dos Wachowskis Ainda Vale a Pena Assistir

Série de Ficção Científica Subestimada dos Wachowskis Ainda Vale a Pena Assistir
Avalie este artigo

“Sense8” foi uma série original da Netflix que estreou em 2015 e conquistou uma grande base de fãs ao redor do mundo. Criada pelas irmãs Lana e Lilly Wachowski, conhecidas por seu trabalho na trilogia “Matrix”, a série mistura elementos de ficção científica, drama e ação para contar a história de oito pessoas ao redor do mundo que estão emocionalmente ligadas.

A trama de “Sense8” gira em torno de um grupo de sensates, indivíduos que podem se comunicar mentalmente uns com os outros, mesmo estando geograficamente distantes. Cada sensate possui habilidades especiais e compartilha suas habilidades com os outros membros do grupo. Juntos, eles enfrentam uma organização secreta conhecida como BPO, que os caça por causa de suas habilidades.

A diversidade é um dos destaques de “Sense8”. Os personagens principais representam diferentes partes do mundo, incluindo EUA, Inglaterra, Alemanha, Coreia do Sul, Índia, Quênia e México. A série aborda questões de identidade, sexualidade, religião e política de maneira sensível e inclusiva, e é aclamada pela representatividade que traz para a tela.

A qualidade de produção de “Sense8” é digna dos cinemas. A fotografia é deslumbrante, com cenas que exploram paisagens exuberantes ao redor do mundo. As cenas de ação são coreografadas com maestria, mantendo os espectadores grudados na tela. A trilha sonora também merece destaque, com músicas que combinam perfeitamente com as emoções e atmosfera da série.

Os personagens de “Sense8” são complexos e bem desenvolvidos. Cada um tem sua própria história e jornada pessoal, o que permite que os espectadores se identifiquem com eles. A série também aborda temas como aceitação, amor e amizade de uma forma única, destacando a importância das conexões humanas.

Leia Agora  Despedidas no Hulu: 75 filmes e séries que saem do catálogo este mês

Apesar do sucesso e do apreço dos fãs, a Netflix decidiu cancelar “Sense8” após duas temporadas. A notícia foi recebida com tristeza pelos fãs, que iniciaram uma campanha nas redes sociais pedindo a renovação da série. A mobilização dos fãs chamou a atenção e a Netflix voltou atrás em sua decisão, anunciando um episódio final de duas horas para encerrar a história de “Sense8”.

O especial de encerramento, intitulado “Amor Vincit Omnia” (amor vence tudo, em latim), foi lançado em 8 de junho de 2018. O episódio final trouxe um fechamento satisfatório para a trama, respondendo a maioria das perguntas e dando um adeus adequado aos personagens.

A decisão de cancelar “Sense8” gerou controvérsia e levantou questões sobre a influência dos fãs na indústria do entretenimento. A campanha dos fãs foi um exemplo de como o poder dos espectadores pode fazer a diferença e influenciar as decisões das empresas.

“Sense8” deixou um legado duradouro desde o seu cancelamento. A série continuará sendo lembrada como um exemplo de representação diversificada na televisão, além de um marco na carreira das irmãs Wachowski. Seus fãs continuam a celebrar e apreciar a série, mantendo-a viva através de convenções, encontros e nas redes sociais.

Embora a jornada de “Sense8” tenha chegado ao fim, seu impacto continuará sendo sentido. A série trouxe à tona importantes questões sociais e mostrou que a inclusão e diversidade são vitais na narrativa audiovisual. “Sense8” provou que histórias emocionantes e envolventes podem ser contadas de forma criativa e impactante, cativando espectadores ao redor do mundo.