Pular para o conteúdo

Resenha de Sleeping Dogs: Um Intrigante Quem Matou Que Desperdiça Atores Talentosos

Resenha de Sleeping Dogs: Um Intrigante Quem Matou Que Desperdiça Atores Talentosos
Avalie este artigo

Sleeping Dogs: Uma Meandering Whodunit Que Desperdiça Atores Talentosos

Sleeping Dogs, dirigido por Adam Cooper, é um filme que apresenta clichês óbvios em seu enredo. Russell Crowe interpreta Roy Freeman, um ex-detetive de homicídios que esqueceu a maior parte de sua vida devido ao Alzheimer. Enquanto participa de um ensaio clínico para tratar a doença, Roy é puxado de volta para um caso antigo quando a advogada sem fins lucrativos Emily Dietz (interpretada por Kelly Graysen) o contata em nome do suposto assassino Isaac Samuel (Pacharo Mzembe), que está marcado para ser executado em um mês. Apesar de algumas atuações decentes, os diálogos ruins prejudicam a premissa interessante do filme.

Sleeping Dogs acompanha um ex-detetive de homicídios com perda de memória que é trazido de volta da aposentadoria, mas sua escrita fraca mancha sua premissa interessante. Apesar de contar com um elenco talentoso, incluindo Russell Crowe, o filme não consegue aproveitar todo o potencial de seus atores devido ao roteiro insatisfatório. O enredo parece se arrastar e não consegue manter o ritmo necessário para prender a atenção do público.

A atuação de Russell Crowe como Roy Freeman é competente, mas até mesmo um ator talentoso como ele não consegue elevar o material fraco que lhe é dado. A personagem de Emily Dietz interpretada por Kelly Graysen também deixa a desejar, com um desenvolvimento superficial e falas pouco convincentes. É uma pena ver atores tão talentosos serem desperdiçados em um filme que não consegue corresponder às suas habilidades.

Leia Agora  Meloetta em Blueberry Academy: O Encontro Musical Procurado!

Além disso, o enredo de Sleeping Dogs é bastante previsível e não traz muitas reviravoltas surpreendentes. A trama acaba se tornando um “whodunit” genérico, com poucas surpresas ao longo do caminho. O filme segue uma fórmula cansada e não consegue trazer nada de novo ao gênero.

Outro aspecto problemático de Sleeping Dogs é o seu ritmo lento e arrastado. A narrativa se arrasta sem muita energia, o que faz com que o filme se torne cansativo em certos momentos. Há momentos em que parece que a história não está progredindo e isso pode testar a paciência do espectador.

Apesar de todos esses problemas, Sleeping Dogs ainda possui alguns pontos positivos. As cenas de ação são bem coreografadas e emocionantes, proporcionando momentos de entretenimento. Além disso, a fotografia é bem feita, com uma paleta de cores que se encaixa no clima sombrio do filme.

Em suma, Sleeping Dogs é um filme que desperdiça o talento de seus atores e oferece uma trama previsível e arrastada. Apesar de algumas atuações decentes e cenas de ação empolgantes, o filme não consegue superar seus problemas de roteiro e ritmo. É uma pena ver um elenco talentoso ser subutilizado em uma produção que não consegue explorar seu potencial completo. Para os fãs de filmes de mistério, existem opções melhores disponíveis.