Pular para o conteúdo

Os 10 vilões mais educados do cinema

Os 10 vilões mais educados do cinema
Avalie este artigo

10 Vilões | Os personagens coadjuvantes de filmes muitas vezes podem ser os indivíduos mais rudes, rudes e descarados de um filme. E porque não? Afinal, eles são personagens secundários. Às vezes é natural que eles se comportem como os criminosos. Mas nem sempre é esse o caso.

Há casos em que os filmes também apresentam vilões educados que conseguem se comportar de maneira respeitosa com seus oponentes. Um traço de caráter tão controverso acrescenta singularidade e emoção aos filmes. Aqui estão dez dos personagens coadjuvantes mais educados do cinema.

Os 10 vilões mais educados do cinema

1. Conde Dooku – Saga “Star Wars” (2002-2005)

O Conde Dooku, também conhecido como Darth Tyranus, é um dos vilões mais educados da saga “Star Wars”. Ele é educado, amigável e inteligente, e pode tratar seus oponentes com respeito enquanto usa seu poder e habilidades para o mal.

2. Hannibal Lecter – “O Silêncio dos Inocentes” (1991)

Hannibal Lecter é um dos vilões mais aterrorizantes da história do cinema, mas seu comportamento educado e sua formação cultural refinada o tornam ainda mais aterrorizante. Ele é capaz de manipular seus oponentes com calma e educação e dá a impressão de ser uma pessoa extremamente educada.

Leia Agora  Crítica | Obsessão é um suspense honesto e pouco memorável

3. Hans Landa – “Bastardos Inglórios” (2009)

Hans Landa é conhecido como o “Mal da Promoção” e seu personagem é um dos mais interessantes do filme. Landa é excepcionalmente educada e cortês, mas ao mesmo tempo uma oponente extremamente perigosa e cruel. Ele pode derrotar seus oponentes com seu discurso educado e tato.

4. Ra’s al Ghul – “Batman Begins” (2005)

Ra’s al Ghul, principal antagonista do Batman em “Batman Begins”, é educado e culto, mas perigoso e misterioso. Ele consegue surpreender seus oponentes com seu comportamento inteligente e respeitoso, mas não deixa que isso esconda seus verdadeiros crimes.

5. Silva – “Skyfall” (2012)

Silva, o vilão do filme de Bond “Skyfall”, é muito educado e astuto. Ele pode ser muito educado com seus oponentes e ao mesmo tempo manipulá-los e traí-los. Ele é um bom exemplo de como a educação pode ser enganosa e perigosa.

6. Loki – Filmes da Marvel (2011-2019)

Loki é um dos vilões mais populares da série de filmes da Marvel. Embora possa ser travesso e destrutivo, muitas vezes mostra um lado surpreendentemente educado e bem-humorado com seus oponentes. Ele é um personagem polêmico que consegue hipnotizar o público com seu comportamento complexo.

7. Blofeld – Filmes de James Bond (1963-2015)

Blofeld é um dos vilões mais icônicos dos filmes de James Bond. Ele é extremamente educado e confiante e é capaz de lidar com seus oponentes de maneira desafiadora. Ele é um vilão bem treinado e confiante que consegue se safar com sua educação.

8. Gellert Grindelwald – Animais Fantásticos e Onde Habitam (2016)

Gellert Grindelwald, o vilão de Animais Fantásticos e Onde Habitam, tem um comportamento educado e carismático. Ele é capaz de convencer rapidamente seus oponentes com seus argumentos persuasivos e charme estranho. Grindelwald é uma combinação perigosa de adversário educado e poderoso.

Leia Agora  CRÍTICA | 'I Am Mother' é um Syfy esteticamente impressionante, mas tediosamente frio

9. Jigsaw  (2004-2017)

Jigsaw, o vilão da série “Saga das Provas”, é educado, só fortalece com sua crueldade. Ele faz jogos mentais e misteriosamente tenta mudar a vida de suas vítimas. O comportamento respeitoso de Jigsaw torna seu personagem ainda mais misterioso.

10. Lord Voldemort – Filmes de “Harry Potter” (2001-2011)

Lord Voldemort é talvez o nome menos educado desta lista, mas sua culpa e crueldade não o impedem de ser educado com seu oponente. Ele pode ser assustador e intimidador, mas ao mesmo tempo pode falar e agir educadamente.

Resumindo, os bandidos educados são personagens interessantes e complexos nos filmes. O seu comportamento contraditório sugere que os malfeitores também podem ter elementos de humanidade e decência. Esses personagens acrescentam profundidade aos filmes e proporcionam emoção aos espectadores.