Pular para o conteúdo

O título criado para o novo artigo é: “A mudança cultural que levou à saída do CEO Bill Weinstein.”

O título criado para o novo artigo é: "A mudança cultural que levou à saída do CEO Bill Weinstein."
Avalie este artigo

Verve: A Mudança Cultural que Levou à Demissão do CEO Bill Weinstein

No ano de 2010, os agentes de talentos Bill Weinstein, Adam Levine e Bryan Besser deixaram a empresa Endeavor após a fusão com a WMA, para lançar uma nova agência baseada em uma abordagem de representação em que o cliente fosse prioridade. A nova agência também buscava uma cultura diferente das grandes empresas com mentalidade corporativa. Quatorze anos depois, Weinstein, que assumiu o cargo de CEO da Verve há um ano, saiu abruptamente na segunda-feira, causando grande impacto.

Weinstein, ao lado de Levine e Besser, decidiu deixar a Endeavor e fundar a Verve para seguir uma abordagem de representação mais centrada no cliente. Eles acreditavam que os artistas deveriam ser colocados em primeiro lugar e que uma cultura mais acolhedora e colaborativa poderia ser estabelecida, em contraste com as grandes empresas que muitas vezes priorizam os lucros acima das necessidades dos clientes. Essa visão ousada atraiu muitos talentos para a Verve e permitiu que a agência crescesse significativamente ao longo dos anos.

Ao assumir o cargo de CEO da Verve, Weinstein esperava continuar a construir uma empresa baseada n

Leia Agora  Cinema AMC conclui oferta de capital de $350M e reduz dívida em $62M, enfrentando tempos difíceis nas bilheterias.