Pular para o conteúdo

O Corte de Cabelo de Felicity Causa Polêmica

O Corte de Cabelo de Felicity Causa Polêmica
Avalie este artigo

A polêmica do corte de cabelo de Keri Russell em Felicity

Em 1998, a atriz Keri Russell, conhecida por interpretar a personagem-título na série de televisão “Felicity”, causou uma grande polêmica ao fazer um corte de cabelo radical. O acontecimento ficou tão famoso que ficou conhecido como “o grande corte de cabelo Felicity”.

A série “Felicity”, criada por J.J. Abrams e Matt Reeves, contava a história de uma estudante universitária chamada Felicity Porter, que decide seguir seu amor de colegial para a Universidade de Nova York. Keri Russell, que interpretou Felicity, se tornou um ícone do estilo de cabelo das jovens da época, com seus longos cabelos cacheados soltos.

No entanto, no final da segunda temporada da série, Keri Russell surpreendeu a todos ao aparecer com um novo corte de cabelo curto, estilo pixie. A mudança foi tão drástica que causou uma grande comoção entre os fãs da série.

A controvérsia em torno do corte de cabelo de Keri Russell em “Felicity” foi tão intensa que muitos acreditam que esse foi o momento em que a série começou a perder popularidade e, eventualmente, foi cancelada após a quarta temporada.

Em uma entrevista posterior, Keri Russell falou sobre a repercussão do seu corte de cabelo e como isso afetou sua carreira. Segundo a atriz, ela estava cansada de ser conhecida apenas pelo seu cabelo e desejava se libertar dessa imagem para poder explorar novos papéis no cinema e na televisão.

Atualmente, Keri Russell é uma aclamada atriz, tendo estrelado filmes como “A Mulher na Janela” e a série “The Americans”. Apesar da polêmica do corte de cabelo em “Felicity”, ela conseguiu superar essa fase e construir uma carreira bem-sucedida.

Leia Agora  Kristen Wiig e Ryan Gosling são escolhidos para apresentar episódios de abril do SNL

O corte de cabelo de Keri Russell em “Felicity” pode ter causado controvérsia na época, mas também marcou um momento importante na história da televisão. Mostrou que eventualmente faz parte do crescimento pessoal e profissional de um ator ou atriz se libertar de estereótipos e buscar novas experiências.