Pular para o conteúdo

Marlee Matlin fica chocada por não terem incluído performances em ASL no Super Bowl.

Marlee Matlin fica chocada por não terem incluído performances em ASL no Super Bowl.
Avalie este artigo

Marlee Matlin critica CBS por falta de destaque para performances em língua de sinais no Super Bowl

A atriz Marlee Matlin criticou a CBS pela falta de destaque dado aos artistas que realizaram performances em Língua de Sinais Americana (ASL) durante a cobertura pré-jogo do Super Bowl. Ela expressou sua surpresa com o fato de a rede ter apresentado brevemente os intérpretes, mas não exibir nem mesmo um segundo de suas apresentações.

Marlee Matlin, que é surda, utilizou sua conta no Twitter para expressar sua indignação. Em um tweet direcionado à CBS, ela escreveu: “Estou absolutamente CHOCADA com a @CBS por apresentar os artistas surdos na prévia do Super Bowl #SuperBowl e depois não mostrar nem mesmo um segundo (ou mais) de sua performance… como tem sido costume”.

A falta de destaque para as performances em língua de sinais durante o evento esportivo anual, que atrai a atenção de milhões de telespectadores ao redor do mundo, gerou indignação entre os fãs e defensores da comunidade surda.

A inclusão de intérpretes em ASL em eventos transmitidos pela televisão é uma prática importante para garantir a acessibilidade e inclusão de pessoas surdas ou com deficiência auditiva. Esses intérpretes permitem que o público surdo desfrute plenamente do evento, compreendendo as informações e desfrutando das apresentações.

A falta de tempo de antena para os intérpretes de ASL no Super Bowl é considerada um retrocesso, especialmente considerando o crescente movimento de inclusão e diversidade em várias áreas da sociedade, incluindo a mídia e o entretenimento.

Marlee Matlin é conhecida por seu trabalho como atriz e ativista pelos direitos das pessoas com deficiência auditiva. Ela é uma defensora fervorosa da acessibilidade e inclusão em eventos como o Super Bowl, onde a presença de pessoas com deficiência deve ser valorizada e destacada.

Leia Agora  Avanços de Alaska Airlines: Melhorias prometem mais segurança e conforto.

A crítica de Matlin à CBS levanta questões importantes sobre a inclusão e representação adequada de pessoas surdas na mídia. É essencial que as emissoras de televisão e outras empresas de mídia garantam a representatividade e a acessibilidade para todos os espectadores, independentemente de suas habilidades auditivas.

Esperamos que a CBS e outras redes de televisão aprendam com essa crítica e melhorem sua abordagem em futuros eventos, dando destaque adequado aos artistas e intérpretes surdos, permitindo que eles compartilhem suas performances e talentos com o público em geral.

A inclusão é fundamental para uma sociedade igualitária e é responsabilidade de todos trabalhar em prol dela. Ao destacar as questões levantadas por Marlee Matlin e outros ativistas, podemos promover a conscientização e a mudança necessárias para garantir que todos os indivíduos tenham a oportunidade de participar plenamente da sociedade, independentemente de suas habilidades auditivas.