Pular para o conteúdo

Frase icônica de filme surgiu por acidente

Frase icônica de filme surgiu por acidente
Avalie este artigo

Midnight Cowboy: Por dentro da famosa cena do táxi com Dustin Hoffman

“Eu estou andando aqui!” Essas são as palavras famosas de Dustin Hoffman no filme Midnight Cowboy, de 1969. A cena do táxi é icônica e tem sido discutida e relembrada por muitos ao longo dos anos. Mas o que realmente aconteceu nos bastidores dessa cena?

Midnight Cowboy, dirigido por John Schlesinger, é um filme que retrata a história de Joe Buck, interpretado por Jon Voight, um ingênuo aspirante a gigolô que se muda para Nova York para encontrar seu lugar na cidade grande. Em seu caminho, ele encontra Enrico “Ratso” Rizzo, interpretado por Dustin Hoffman, um doente e falido trapaceiro que se torna seu amigo. A cena do táxi acontece quando Ratso, que está doente, convence um táxi a parar para eles, para levar Joe de volta ao hotel.

A primeira coisa que vale a pena mencionar sobre a cena do táxi é que ela foi filmada sem permissão oficial da cidade de Nova York. O diretor Schlesinger optou por filmar de maneira mais realista e autêntica possível, e isso significava não ter o selo de aprovação das autoridades locais. A equipe de filmagem simplesmente se aproximou de um táxi real e começou a filmar.

Dustin Hoffman também fez questão de viver plenamente seu personagem, então ele não apenas filmou no táxi em movimento, como também criou um diálogo com o motorista do táxi, que era um ator contratado. Ele improvisou falas e reações durante a viagem, tornando a cena ainda mais genuína.

Leia Agora  "10 K-Dramas para Maratonar em um Dia ou Menos"

Uma outra curiosidade da cena é que, durante as filmagens, Hoffman acabou se machucando. Ele bateu a testa no táxi quando o motorista realizou uma curva muito brusca, o que levou a uma pequena ferida que deixou um corte visível na testa de Ratso. No entanto, o diretor decidiu manter a cena no filme, já que ela adicionava um detalhe de realismo e autenticidade à situação.

Outro ponto importante a ser destacado é que a cena do táxi foi filmada apenas uma vez, o que torna ainda mais impressionante o fato de ela ter se tornado tão reconhecida e icônica. O diálogo entre Ratso e o motorista do táxi foi completamente improvisado, o que revela o talento de Hoffman como ator. Ele foi capaz de criar um momento cativante e memorável com apenas uma tomada.

Além disso, a música utilizada na cena também é digna de nota. A canção “Everybody’s Talkin'”, interpretada por Harry Nilsson, tornou-se um hit e se encaixou perfeitamente na cena do táxi. A escolha da música ajudou a criar o clima melancólico e triste do momento, adicionando ainda mais profundidade à cena.

A cena do táxi em Midnight Cowboy é um exemplo de como o cinema pode capturar momentos espontâneos e reais. A improvisação de Hoffman e a decisão de filmar sem permissão oficial mostram o comprometimento da equipe com a autenticidade da história. O resultado é uma cena que se destaca e permanece como uma das mais marcantes da história do cinema.

“Eu estou andando aqui!” Essas palavras serão para sempre lembradas pelos fãs de Midnight Cowboy. Mas agora, com mais conhecimento sobre os bastidores dessa cena, podemos apreciá-la ainda mais. É uma verdadeira obra-prima do cinema que simboliza a paixão e o talento de todos os envolvidos na produção do filme.

Leia Agora  Os Filmes Disponíveis na Peacock em Março de 2024