Pular para o conteúdo

Diretor de Winnie-The-Pooh: Blood And Honey 2 não se deixa abalar por críticas negativas

Diretor de Winnie-The-Pooh: Blood And Honey 2 não se deixa abalar por críticas negativas
Avalie este artigo

Diretor de Winnie-the-Pooh: Blood and Honey 2 não deixará críticas negativas impedi-lo

O diretor de Winnie-the-Pooh: Blood and Honey 2, Rhys Frake-Waterfield, está determinado a seguir em frente apesar das críticas negativas ao filme de terror. Mesmo com uma recepção ruim por parte dos críticos, Frake-Waterfield anunciou que pretende fazer um terceiro filme da franquia.

Winnie-the-Pooh: Blood and Honey 2 não foi bem recebido pelos críticos, sendo chamado de um filme de terror decepcionante e criticado por sua falta de originalidade. No entanto, o diretor não está deixando as opiniões negativas abalarem sua determinação.

Em uma entrevista recente, Frake-Waterfield afirmou que as críticas negativas não o preocupam e que ele tem uma visão clara para a continuação da história. Ele está confiante de que pode aprender com os erros do segundo filme e entregar um terceiro filme digno da franquia Winnie-the-Pooh.

Embora muitas pessoas possam questionar a decisão do diretor de prosseguir com um terceiro filme depois de duas recepções negativas, Frake-Waterfield está convencido de que ainda há muito potencial para explorar nessa história. Ele acredita que é possível trazer uma abordagem fresca e inovadora ao mundo de Winnie-the-Pooh, mantendo-se fiel aos personagens queridos pelo público.

Além disso, o diretor argumenta que o sucesso de um filme não deve ser determinado apenas pelas críticas negativas, mas também pelo impacto que ele tem no público. Frake-Waterfield afirma que muitos fãs do primeiro filme ainda estão ansiosos para ver uma continuação e que é para esse público que ele está fazendo esses filmes.

Leia Agora  Madame Web: Descubra se possui uma cena pós-créditos!

No entanto, o diretor reconhece que algumas mudanças podem ser necessárias para atrair tanto o público quanto os críticos. Ele está disposto a ouvir feedbacks construtivos e trabalhar em colaboração com sua equipe para fazer os ajustes necessários no terceiro filme.

É importante destacar que a persistência de Frake-Waterfield em continuar com a franquia não é uma garantia de sucesso. Ainda assim, sua determinação e dedicação em trazer sua visão para as telas são admiráveis. Agora, resta esperar para ver como o terceiro filme de Winnie-the-Pooh: Blood and Honey irá se sair e se conseguirá conquistar tanto os críticos quanto o público.

Independentemente das críticas, é inspirador ver um diretor persistir em sua visão, mesmo diante de adversidades. Que sua determinação e paixão por contar histórias continuem a inspirar outros cineastas e artistas ao redor do mundo.