/Attack on Titan: Fim do Mundo | Live action tem exibições pelo Brasil em maio

Attack on Titan: Fim do Mundo | Live action tem exibições pelo Brasil em maio

Compartilhe

Quantas estrelas merece esse texto?

Segunda parte da versão cinematográfica do fenômeno dos mangás e animes, Attack on Titan será exibido em 33 salas de cinema pelo Brasil nos dias 22 e 24 de maio. A sequência se chama Attack on Titan: Fim do Mundo e está sendo distribuído pela Sato Company não só no Basil, mas em 13 países da América Latina.

No Brasil, o filme será exibido nas redes Cinemark, UCI, Cinesystem e Kinoplex, em 16 cidades, e a pré-venda já está acontecendo pelo site Ingresso.com para as cidades: São Paulo, Campinas, São José dos Campos, Florianópolis, Rio de Janeiro, Niterói, Curitiba, Londrina, Maceió, Pernambuco, Brasília, Fortaleza, Aracaju, Belo Horizonte, Natal e Vitória.

Além disso, os fãs de Fortaleza terão a chance de assistir no Cineteatro São Luiz uma maratona com os dois filmes em 24 de maio.

Attack on Titan gira em torno dos últimos seres humanos que vivem isolados por uma grande muralha para se protegerem de titãs gigantescos comedores de gente. Shinji Higuchi assina a direção dos dois filmes da franquia cinematográfica. Higuchi é um dos quatro fundadores do famoso estúdio de animação Gainax de Neon Genesis Evangelion.

Attack on Titan: Fim do Mundo recria o conceito desenvolvido nos mangás com efeitos especiais e sonoros que geram juntos uma experiência visual aterrorizante na telona. Este filme é a continuação direta do primeiro filme. Eren é capturado por Kubal e seu esquadrão, que acreditam que ele é uma ameaça para a humanidade. A desconfiança cresce dentro do Exército e o destino de Eren é posto à prova, quando surge outro membro da tropa que também pode se tornar em titã e tem planos para destruir tudo.

História foi publicada pela primeira vez em formato de mangá no Japão, em 2009. Seu nome original é Shingeki no Kyojin e vendeu, até hoje, cerca de 66 milhões de exemplares pelo mundo e está constantemente no topo dos títulos mais vendidos do gênero. No Brasil, o mangá está sendo publicado pela editora Panini, desde 2013.


Compartilhe