Pular para o conteúdo

Atriz veterana de “The Handmaid’s Tale” é promovida antes da última temporada

Atriz veterana de "The Handmaid’s Tale" é promovida antes da última temporada
Avalie este artigo

Na última quinta-feira, a atriz Ever Carradine foi promovida a regular na série The Handmaid’s Tale para a próxima temporada. A notícia foi confirmada pelo showrunner Bruce Miller durante a participação em uma convenção virtual da Television Critics Association.

Carradine, que interpretou a personagem Naomi Putnam nas temporadas anteriores da série, agora fará parte do elenco regular na sexta temporada. Ela se junta a Elisabeth Moss, que protagoniza como a personagem June Osborne, em um elenco repleto de talentos.

The Handmaid’s Tale, que é baseada no romance de Margaret Atwood, se passa em um futuro distópico no qual as mulheres são tratadas como propriedades e têm suas liberdades individualizadas. Estreou em 2017 e foi aclamada pela crítica, ganhando vários prêmios, incluindo o Emmy de Melhor Série de Drama.

A série tem sido uma das mais populares e importantes da plataforma de streaming Hulu. Atualmente, se encontra em sua quinta temporada, que estreou em junho de 2022. A sexta temporada já está em produção e tem previsão de estreia para o próximo ano.

A atriz Ever Carradine é conhecida por seu trabalho em várias séries de televisão, incluindo Once and Again, Commander in Chief e Major Crimes. Sua inclusão no elenco regular de The Handmaid’s Tale mostra o reconhecimento e a confiança dos produtores em seu talento e contribuição para a série. Os fãs certamente ficarão ansiosos para ver o que o futuro reserva para a personagem Naomi Putnam e como ela se encaixará no enredo em desenvolvimento.

Com essa nova adição ao elenco, a sexta temporada de The Handmaid’s Tale promete trazer mais reviravoltas emocionantes e uma narrativa cada vez mais envolvente. Os fãs da série certamente não vão querer perder os episódios que estão por vir.

Leia Agora  Jennifer Hudson e Orville Peck serão homenageados com Prêmio Honorário GLAAD em cerimônia em Nova York.