Pular para o conteúdo

Agência de Atores Abandona Trabalho Após Suposta Ofensa de Stallone a Figurantes

Agência de Atores Abandona Trabalho Após Suposta Ofensa de Stallone a Figurantes
Avalie este artigo

Casting de Tulsa King desiste de trabalhar com Sylvester Stallone após receber críticas por contratar figurantes com aparência “feia”

A agência de elenco Tulsa King decidiu abandonar o projeto em que trabalharia com Sylvester Stallone após receber críticas por selecionar figurantes com aparência considerada “feia”. Segundo informações do artigo publicado no site TV Line, o diretor de casting de Tulsa King, Amey Rene, decidiu cancelar seu contrato com Stallone devido à repercussão negativa.

De acordo com o artigo, a produção estava em busca de figurantes com “aparência peculiar e desagradável” para o filme dirigido por Stallone, que trata sobre um ex-garoto de programa. Essa especificidade na seleção gerou controvérsias e foi duramente criticada nas redes sociais.

A agência afirmou que não concorda com as exigências do filme em relação à aparência dos figurantes, afirmando que isso reforça estereótipos de beleza e pode ser prejudicial para a autoestima e bem-estar dessas pessoas. Amey Rene expressou seu descontentamento em relação às diretrizes de elenco do filme, afirmando que é importante promover a diversidade na indústria cinematográfica e não perpetuar padrões inatingíveis de beleza.

Apesar da polêmica, o projeto de Stallone ainda está em andamento, sendo que a busca por uma nova agência de elenco já está em curso. O filme, cujo título não foi especificado no artigo, tem previsão de estreia para 2023.

A controvérsia envolvendo a seleção de figurantes com aparência considerada “feia” destaca a importância da representatividade e inclusão na indústria do entretenimento. O uso de estereótipos de beleza pode reforçar padrões inalcançáveis e impactar negativamente a autoestima das pessoas.

Leia Agora  Queimando Perguntas de Hollywood: Medos, Esperanças e Megadeals do Ano Novo

É fundamental que os profissionais da indústria cinematográfica estejam atentos a essas questões e busquem promover a diversidade em suas produções, valorizando a beleza e as características individuais de cada pessoa. A inclusão de diferentes tipos de corpos, rostos e experiências enriquece as narrativas e possibilita uma representação mais realista e inclusiva da sociedade.