Pular para o conteúdo

A Cena Cortada do ‘Senhor dos Anéis’ que Transforma a Visão Sobre Boromir

A Cena Cortada do 'Senhor dos Anéis' que Transforma a Visão Sobre Boromir
Avalie este artigo

Uma Cena Eliminada de ‘O Senhor dos Anéis’ Muda Completamente a Percepção de Boromir

A trilogia de filmes “O Senhor dos Anéis”, dirigida por Peter Jackson, é frequentemente aclamada como uma das melhores, senão a melhor, trilogia já feita. Os filmes fazem um trabalho admirável ao adaptar a amada série de fantasia do autor J.R.R. Tolkien, através de efeitos práticos inovadores, cenários perfeitos e algumas das batalhas mais épicas já vistas no cinema. Eles continuam sendo o exemplo mais citado de como o gênero de fantasia pode ser forte no cinema, especialmente com o lançamento da edição estendida, que adiciona muitas cenas fantásticas que desenvolvem ainda mais os personagens e o mundo criados por Tolkien.

Um dos filmes da trilogia, “As Duas Torres”, teve uma cena que expandia o relacionamento entre Boromir, seu irmão e seu pai, mas ela acabou sendo removida devido a limitações de tempo e da história.

Essa cena eliminada, que felizmente foi disponibilizada aos fãs, mostra Boromir em uma conversa emocional com seu irmão mais novo, Faramir, e seu pai, Denethor. Nela, Boromir expressa uma profunda preocupação e insegurança em relação ao futuro de Gondor, seu reino, e à missão de destruir o Um Anel. Ele fala sobre a pressão que sente para ter sucesso e como se sente incompreendido e subestimado.

Essa cena adiciona camadas profundas ao personagem de Boromir e muda completamente a nossa percepção dele. No filme original, Boromir é retratado como um guerreiro corajoso, mas também impulsivo e ambicioso. Ele é facilmente seduzido pelo poder do Anel e tenta tomá-lo à força de Frodo, o portador do Anel. Essa cena eliminada nos permite entender melhor as motivações de Boromir e ver a pressão e as expectativas imensas que ele enfrentava dentro de seu próprio reino. Fica claro que seu comportamento impulsivo não era apenas por ambição, mas também por um profundo desejo de proteger e preservar Gondor.

Leia Agora  Blake Lively se desculpa por zombar dos erros de edição de Photoshop de Kate Middleton: "Peço desculpas"

Com essa cena eliminada, podemos ver Boromir como um personagem mais complexo e tridimensional. Não se trata apenas de um guerreiro ambicioso, mas de alguém que carrega o fardo de liderança e a responsabilidade de proteger seu povo. Ele é um homem dividido entre suas próprias ambições e o amor por sua família e seu reino.

Essa cena também nos ajuda a entender a dinâmica de sua relação com seu irmão, Faramir, que é apresentado como um personagem mais tolerante e compassivo no filme original. Vemos a preocupação genuína de Boromir em relação ao irmão mais novo, seu desejo de protegê-lo e de ser aceito por ele.

Ao remover essa cena do filme final, podemos entender as razões por trás dessa decisão. O tempo de execução do filme já era longo e a história principal estava centrada na jornada do Anel e na busca de Frodo. No entanto, essa cena eliminada certamente teria adicionado uma camada emocional importante e um contexto mais profundo para o desenvolvimento de Boromir como personagem.

No final das contas, essa cena eliminada de “O Senhor dos Anéis: As Duas Torres” nos ajuda a enxergar Boromir de uma maneira totalmente diferente. Passamos a compreender melhor suas motivações e os desafios que ele enfrenta como líder e como irmão. Essa cena oferece aos fãs uma nova perspectiva sobre um dos personagens mais complexos e cativantes dessa épica trilogia cinematográfica.