Pular para o conteúdo

10 super produções recentes com efeitos práticos realistas.

10 super produções recentes com efeitos práticos realistas.
Avalie este artigo

Nos últimos anos, a maioria dos filmes de grande sucesso nos cinemas tem sido repleta de efeitos gerados por computador, conhecidos como CGI. No entanto, existem algumas produções que se destacam por seus impressionantes efeitos visuais práticos, sem a necessidade de recorrer ao CGI. Neste artigo, destacamos 10 blockbusters recentes que surpreenderam o público com seu uso mínimo de CGI.

1. “Mad Max: Estrada da Fúria” (2015): Este filme de ação pós-apocalíptico dirigido por George Miller foi aclamado pela crítica e pelo público pelas suas incríveis cenas de perseguição realistas e efeitos práticos. A maioria das sequências de ação foi filmada com dublês reais e carros reais, em vez de usar a computação gráfica.

2. “Gravidade” (2013): Dirigido por Alfonso Cuarón, este filme de ficção científica apresenta Sandra Bullock e George Clooney como astronautas presos no espaço depois que sua nave é destruída. Para criar a sensação de gravidade zero, o filme usou técnicas complexas de filmagem em gravidade zero e efeitos práticos, resultando em cenas visualmente impressionantes.

3. “Dunkirk” (2017): Dirigido por Christopher Nolan, este drama de guerra retrata a incrível evacuação das tropas aliadas da praia de Dunkirk durante a Segunda Guerra Mundial. Nolan optou por usar o mínimo de CGI possível e filmou grande parte do filme com embarcações e aeronaves reais, tornando as cenas mais autênticas e imersivas.

4. “Inception” (2010): Outra obra-prima de Christopher Nolan, este filme de ficção científica explora o mundo dos sonhos e a manipulação da realidade. As cenas de ação e efeitos visuais foram cuidadosamente planejadas e executadas usando técnicas práticas, como a construção de cenários em rotação real, em vez de depender de CGI.

Leia Agora  Tacoma FD: a sitcom mais popular que você nunca ouviu falar

5. “Mad Max: A Estrada da Fúria” (2015): Dirigido por George Miller, este filme de ação pós-apocalíptico apresenta perseguições insanas e acrobacias elaboradas realizadas por dublês reais. Poucas cenas foram criadas usando CGI, dando à película uma autenticidade visual única.

6. “Os Oito Odiados” (2015): Dirigido por Quentin Tarantino, este faroeste moderno destaca-se por sua narrativa envolvente e por seu estilo visual autêntico. Tarantino optou por filmar grande parte do filme em locações reais e minimizou o uso de CGI, dando ao filme uma aparência mais realista.

7. “O Abutre” (2014): Este thriller noir, dirigido por Dan Gilroy, retrata a vida de um cameraman de TV em busca de notícias chocantes e sensacionalistas. O filme se concentra mais na atuação dos personagens do que em efeitos visuais, evitando o uso excessivo de CGI.

8. “John Wick” (2014): Este filme de ação estiloso e cheio de adrenalina, dirigido por Chad Stahelski, conta a história de um assassino aposentado que busca vingança. A maioria das cenas de ação foi filmada com dublês reais e coreografias de luta impressionantes, minimizando o uso de CGI.

9. “Birdman” (2014): Dirigido por Alejandro González Iñárritu, este filme vencedor do Oscar segue a trajetória de um ator em crise de identidade. A produção é conhecida por seu estilo visual único, que envolve longos travellings e a sensação de um único plano sequência contínuo, sem a necessidade de usar muitos efeitos de computação.

10. “Whiplash: Em Busca da Perfeição” (2014): Dirigido por Damien Chazelle, este drama musical conta a história de um baterista talentoso e seu relacionamento com um exigente professor de música. O filme se destaca pela sua atuação brilhante e pela maneira como retrata a música de forma realista, evitando o uso excessivo de efeitos de computação.

Leia Agora  Teoria sobre o retorno da 7ª temporada de "Outlander"

Esses são apenas alguns exemplos de blockbusters recentes que conseguiram impressionar o público com seu uso mínimo de CGI. Esses filmes mostram que é possível alcançar resultados impressionantes com criatividade, técnicas práticas e talento artístico, sem depender apenas de efeitos gerados por computador. À medida que a tecnologia continua avançando, será interessante ver como os cineastas irão equilibrar o uso de CGI com técnicas práticas para criar experiências cinematográficas memoráveis.